terça-feira, 7 de junho de 2022

Agricultura - Meio Ambiente - Produtividade - Queimadas - Cana-de-Açucar

 

Estiagem: tecnologia ajuda prevenir queimadas em canaviais

Ainda no início do período de estiagem, que se estenderá até meados de setembro, a utilização de monitoramento rural permite detecção em tempo real de focos de incêndio em lavouras de cana-de-açúcar, prevenindo perdas irreversíveis e altos prejuízos

 


O uso da tecnologia para auxiliar na prevenção e combate ao fogo em lavouras de cana-de-açúcar, tem se tornado uma estratégia muito eficaz. É o que afirma Seth Silva, diretor da Egitron Tecnologia, empresa especializada em monitoramento rural. De acordo com ele e os produtores rurais que têm apostado neste recurso, o benefício da solução valida o investimento. Através da atuação e ações preventivas à ação do fogo nas lavouras, podem reduzir em até 70% os incêndios criminosos e as perdas significativas, pois além de inibir as práticas criminosas é possível identificar os focos logo no início bem como o local exato aonde iniciou o foco”, afirma Seth, complementando que com adoção de ações de combate ágeis, evita-se a propagação, minimizando o problema ao máximo.

 

Com atuação intensa em seis Estados brasileiros: SP, MT, MS, MG, TO e GO, a Egitron Tecnologia soma em seu portfólio mais de 60 mil hectares de lavouras protegidas pelo sistema de monitoramento remoto. O diretor explica que esta é uma estratégia funcional e prática. As câmeras de alta definição e longo alcance são alimentadas pela luz solar e recebem comunicação por rádios específicos, sendo possível implantá-las em qualquer ponto da lavoura”. Este serviço de monitoramento rural da Egitron alcança distâncias de 5km à 30km nas propriedades e, com o funcionamento através de energia limpa e com impacto reduzido à natureza, torna-se um grande diferencial para empresas atentas a implantação da agenda ESG (Environmental, Social and Corporate Governance).

 

De acordo com divulgação recente da CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento, o volume de produção da cana de açúcar da safra 2021/22 sofreu uma queda de 10,6% em relação à colheita registrada na temporada passada, principalmente, devido às condições climáticas adversas registradas - em especial, à estiagem em 2021. A proteção contra o fogo nas lavouras faz-se então, uma estratégia indispensável para minimizar as perdas.

 

FONTE:

Matriz da Comunicação

Luciene Gazeta (15) 99112-0989

Luciene@MatrizDaComunicacao.com.br




quarta-feira, 20 de abril de 2022

Agro | Série | Pecuária | Romancini | Troncos

 A força do Agro, com histórias reais do campo, marcará a série “Romancini pelo Brasil”

 O Agro exerce papel fundamental na economia brasileira, conquistando 27% do PIB do país em 2021 (CEPEA). Retratar este setor responsável pela chegada dos alimentos à mesa é um dos objetivos da primeira temporada da série Romancini Pelo Brasil, que contabiliza 10 episódios e estreia sexta-feira dia 22/04 às 19h30 no Canal Terra Viva.


(Fonte: Matriz da Comunicação): Relatar histórias reais do agronegócio que sustenta o país: este é o primeiro grande objetivo da série Romancini Pelo Brasil, conduzida pela empresa de troncos e balanças Romancini, om matriz em Laranjeiras do Sul/PR. “Mostraremos que o produtor rural e o pecuarista produzem emprego, renda, melhoria da qualidade de vida das famílias envolvidas no trabalho e, acima de tudo, são os grandes responsáveis pela chegada da comida na mesa do brasileiro”, ressalta Lu Romancini, CEO da empresa responsável pelo projeto.

De acordo com Lu, a série foi filmada em 10 fazendas dos Estados de PR, GO, AC, SP, TO, MT, MS e RS durante aproximadamente 18 meses. Foram contabilizados mais de 2.200 GB de gravações ilustrando a rotina das fazendas do amanhecer ao pôr do sol, percorrendo mais de 15.556 km rodadas de ponta a ponta do país. Captando a realidade do dia-a-dia do campo, a série também retratará a utilidade e eficiência de um item fundamental na lida das fazendas: os troncos, um equipamento comum, porém, de funcionalidades excepcionais e pouco compreendidas com clareza. “Não imagino qualquer propriedade rural brasileira de pequena, média ou grande porte, que não tenha um tronco! Agilidade, produtividade e bem-estar do animal e do usuário são alguns dos diferenciais garantidos por esse item indispensável de manejo diário”, reforça Luiz Carlos Romancini, pecuarista e fundador da Romancini, que já sentiu na pele o preconceito fruto de um desconhecimento urbano em relação ao que ocorre do lado de dentro da porteira. “Fala-se muito de terras improdutivas ou de agressão ambiental, mas os benefícios da produção do campo e a seriedade destes profissionais são fatores ignorados”, desabafa sua filha e sucessora, Lu Romancini.

A série Romancini Pelo Brasil estreia no Canal Terra Viva na sexta-feira dia 22/04, as 19h30, dentro do Programa DBO na TV, sob comando do jornalista e apresentador Sidnei Maschio – que venceu, em 2021, o renomado prêmio “+Admirados da Imprensa do Agronegócio”, na categoria “Programa de TV Especializada”. Uma grande série, exibida em um programa e jornalista premiados só pode ser sinônimo de informação de qualidade! Acompanhe!

ROMANCINI TRONCOS E BALANÇAS

Empresa fundada no início de 1970 pelo pecuarista Luiz Carlos Romancini, com matriz em Laranjeiras do Sul/PR e filiais em Goiânia/GO, Cuiabá/MT e Uberaba/MG. Sob comando da sucessora Lu Romancini desde 2017, está presente em fazendas de todo território brasileiro e destaca-se por estar entre as empresas líderes de mercado, apresentando diferenciais como tecnologia, certificação, qualidade e durabilidade. Acesse: https://www.romancini.com.br/

 Agendamento de entrevistas: 

Assessoria de Imprensa

Luciene Gazeta

Jornalista | Relações Públicas

Matriz da Comunicação Assessoria

Fone: 15-99112.0989

Email: luciene@matrizdacomunicacao.com.br

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

Inclusão | Equoterapia | Esportes ParaEquestres

 

AEV promove Curso Presencial de 

Iniciação aos Esportes Paraequestres


Nos dias 28, 29, 30 e 31 de março, a AEV - Associação de Equoterapia Vassoural em Pontal/SP (região de Ribeirão Preto), promoverá um Curso Presencial de Iniciação aos Esportes Paraequestres direcionado para profissionais, com a condução da mentora Dra Gabriele Brigitte Walter, um dos nomes mais respeitados da equoterapia.

A Dra Gabriele é fisioterapeuta graduada pela USP, psicóloga graduada pela PUC e mestre em Fisioterapia pela Faculdade Paulista de Educação e Comunicação. É autora do livro Equoterapia: Fundamentos Científicos e experiente em Fisioterapia e Terapia Ocupacional com ênfase em terapia assistida por equinos, somando estágios internacionais na Alemanha, Itália e Suiça. Em seu vasto currículo, destaque para a autorização como Classificadora Funcional Chefe da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), responsável pela elaboração do perfil funcional dos atletas paraequestres na América Latina, através da Federação Equestre Internacional (FEI).

De acordo com a vice-presidente da AEV, a fisioterapeuta Elaine C. S. Leite, “buscamos qualificação profissional para que os colaboradores estejam preparados para atender as necessidades da entidade, que tem projetos aprovados através da Lei de Incentivo ao Esporte”. Ela também ressalta que este curso vem de encontro com a Visão e Valores da AEV que, entre suas diretrizes, prioriza ser reconhecido pela excelência na qualidade do serviço prestado, seriedade e credibilidade.

O curso ocorrerá na sede da AEV, que fica na Fazenda Vassoural, em período integral, das 8h às 17h e a quantidade de vagas é limitada: somente 20 disponíveis. O investimento será R$ 1.500,00, podendo ser parcelado em até 5 vezes no boleto e a inscrição pode ser realizada pelo whatsapp da entidade (16) 99710-2251.

Para agendamento de entrevistas, entrar em contato com a assessoria de imprensa da AEV luciene@matrizdacomunicacao.com.br (15) 3411-9669 das 9h – 19h

FONTE:

Luciene Gazeta - Matriz da Comunicação
Jornalista e Relações Públicas
Instagram @LuGazeta 

(15) 3411-9669 - Sorocaba/SP




segunda-feira, 31 de janeiro de 2022

Assessoria de Imprensa | Cavalos | Podologia Equina | Saúde dos Equinos

 

Radiologia Aplicada à Podologia: conheça a importância desta atividade na saúde dos equinos


Segundo divulgação da mais atualizada Pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que o rebanho equino do Brasil cresceu 1,9% em 2020, comparado com os dados do ano anterior, somando 5.962.126 milhões de cabeças de cavalos. A região Centro-Oeste puxa a fila em volume de animais, somando 23%, seguida do Sudeste com 22,7% do total. Este cenário revela o potencial do mercado para cuidados profissionais eficientes com os cavalos; e a atenção com os cascos é primordial, pois eles são a base da sustentação e locomoção dos cavalos.

Com este foco, o médico veterinário Dr. Luiz Gustavo Tenório, consultor da empresa O Cascos, promove o curso presencial de Radiologia Aplicada à Podologia, no dia 19 de fevereiro em Brasilia/DF. Sendo a podologia a ciência que estuda os cascos, o objetivo deste curso será orientar de forma ampla e eficaz o conhecimento da avaliação radiográfica dos cascos e, dessa forma, obter um diagnóstico preciso, otimizando o tratamento das patologias do casco.

O Dr. Tenório explica que o curso será direcionado a médicos veterinários ou graduandos de medicina veterinária e ferradores. “Estes profissionais passam a ter conhecimento na avaliação radiográfica dos cascos e, desta forma, diagnosticar de forma precisa, com segurança na leitura e interpretação do posicionamento anatômico”. Além disso, ele ressalta que toda raça de cavalo se beneficiará desta ciência, considerando que qualquer animal está sujeito a claudicações.

Ele complementa que esta atividade é bastante promissora para um profissional, pois diariamente é possível realizar este tratamento em ao menos um cavalo, totalizando 5 animais por semana, obtendo um ganho aproximado de R$ 1600 a 2500 por animal examinado. “É a qualificação profissional que se traduz em maior reconhecimento e maior assertividade em diagnósticos e tratamentos”, complementa Tenório.



Três médicos veterinários estarão a frente do programa da aula, que terá duração de cerca de 12 horas: Dr. Tiago Machado, que abordará a revisão anatômica e estruturas ósseas e articulares; Dr. Bruno Moretti, especialista em Raio-X abordará tudo sobre as imagens corretas e Dr. Luiz Gustavo Tenório, abordará as doenças mais comuns dos cascos dos cavalos, opções de ferraduras entre diversos outros temas.

O investimento é de R$ 400 e as inscrições para o curso podem ser realizadas por telefone (34) 99176-3593 com Dr Tiago.

Para agendamento de entrevistas, entrar em contato com a assessoria de imprensa através do telefone (15) 9112-0989 ou email luciene@matrizdacomunicacao.com.br


Luciene Gazeta 
Jornalista e Relações Públicas

Instagram @LuGazeta
Matriz da Comunicação
(15) 3411-9669 - Sorocaba/SP

segunda-feira, 13 de dezembro de 2021

Equoterapia Vassoural | Cavalos | Equinos | Inclusão Social | Comunicação Equestre

 Leilão Beneficente União de Forças celebra liquidez das ofertas

Devido à pandemia, este é o primeiro evento que a Associação de Equoterapia Vassoural promoveu para arrecadação de verbas neste ano 2021.

 
Na foto, parte da equipe que trabalhou em prol do leilão: Darci Antônio Genari e Jurandir Rosa (APAE). Beatriz Biagi (AEV), Adir do Carmo, Vander Gonçalves, Maria Amélia Lopes e Elaine Cristina S. Leite (AEV) e Alexandre

Realizado em prol de duas entidades beneficentes da cidade de Pontal/SP, a AEV – Associação de Equoterapia Vassoural e a APAE, o evento conquistou liquidez com a oferta das 107 prendas doadas para o evento e que foram arrematadas por 56 compradores de 03 Estados: Minas Gerais, Goiás e São Paulo. Os recursos captados neste leilão serão utilizados integralmente para a manutenção de atividades das associações.

“Agradeço a todos pelo envolvimento fantástico para colaborar com o sucesso do leilão em prol das duas entidades beneficentes que atendem pessoas com deficiência de todas as idades, de Pontal e cidades da região”, ressaltou a fundadora da Associação de Equoterapia Vassoural, Beatriz Biagi. “Muito obrigado aos profissionais e voluntários envolvidos que não mediram esforços para o sucesso deste evento, durante mais de um mês que organizando esse leilão para que possamos auxiliar nos atendimentos da APAE”, comentou Darci Genari, presidente da entidade. 

Luciene Gazeta 
Jornalista e Relações Públicas
Clique para Instagram @LuGazeta
Matriz da Comunicação
(15) 3411-9669 - Sorocaba/SP

Prendas ofertadas no leilão

sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

Cavalos | Equinos | Comunicação Equestre | Rural | Assessoria de imprensa | Centro Hípico Tatuí

 

EquoShow reúne 20 instituições equestres em Tatuí, na “Casa de todas as raças”

A força do segmento equestre brasileiro está em evidência e um momento especial que ilustra esta ascensão pôde ser conferido no EquoShow, evento que oficializou a inauguração do novo Centro Hípico Tatuí, a “Casa de todas as raças”, dia 03 de dezembro, reunindo 15 associações de raças e 5 instituições, salientando a paixão do brasileiro pelo cavalo e sua relevância para a economia


 
Fotos: Ney Messi

O Equoshow marca a inauguração do CHT – Centro Hípico Tatuí, que reforça sua estrutura com objetivos nobres para fomentar o segmento equestre, entre eles, integrar profissionais do cavalo, familiares e público urbano em um espaço aberto e dinâmico, que atende às diversas necessidades do setor, promovendo a cultura do cavalo e incentivando o crescimento deste segmento que movimenta 3.2 milhões de postos de trabalho, de acordo com estudo da ESALQ/USP de 2018.

 Segundo a idealizadora do EquoShow e proprietária do CHT, Dra. Clélia Maria Erwenne Araujo Pinto, “Nossa prioridade é o entrosamento entre as famílias e empresas do segmento, promovendo a integração com o cavalo. Além disso, a cidade de Tatuí reconheceu o espaço como turístico, acrescentando placas oficiais pela cidade, o que proporcionará uma integração do público urbano com o segmento equestre!”, celebrou.

 União de todas as raças

De acordo com o estudo da ESALQ/USP o Brasil ocupa a 3ª posição mundial em tropa equestre, contemplando mais de 20 raças. No Equoshow, apresentaram-se em pista 15 associações de raças, 4 entidades de modalidades esportivas e uma entidade de classe do setor, demonstrando a riqueza e potencial do segmento e ilustrando as funcionalidades do cavalo de acordo com as características individuais de cada raça. Estavam presentes as Associações Appaloosa, Árabe, Andaluz Brasileiro, Brasileiro de Hipismo, Bretão, Campolina, Crioulo, Lusitano, Mangalarga, Mangalarga Marchador, Pampa, Paint Horse, Pônei, Quarto de Milha, Jumento Pêga e as modalidades esportivas ANTT – Associação Nacional Três Tambores e ABHIR  - Associação Brasileira de Hipismo Rural. Também marcou presença as entidades CBH – Confederação Brasileira de Hipismo, FPH – Federação Paulista de Hipismo, diretoria do IBEqui – Instituto Brasileiro de Equideocultura, cujo presidente Manoel Rossito foi homenageado. De acordo com Carlos Henrique Campana, gerente de esporte IBEqui, “as apresentações deste dia ressaltaram a potencialidade multiuso do espaço, atendendo às necessidades de várias modalidades”.

 Prestigiaram ao evento, também, representantes de diversos elos do segmento que contemplam as funcionalidades do cavalo para o esporte, lazer, trabalho e cultura como treinadores, profissionais da saúde e nutrição animal, professores, técnicos, escritores e esportistas. A ex-jogadora de basquete Hortência Marcari e o empresário José Victor Oliva, representaram seu filho neste evento: o atleta olímpico João Vitor Marcari Oliva que estreou nos jogos Olímpicos do Japão competindo pelo Adestramento do Brasil. “Observamos que os jovens estão se interessando cada dia mais pelo cavalo e temos a missão de incentivá-los e o CHT apoia o aprendizado e a prática de diversas modalidades”, ressaltou Clélia.

 Estrutura

Tudo começou há 15 anos com uma pequena escola de Equitação, provas de salto e equoterapia. “Este espaço nasceu para estimular a utilização do cavalo. Agora, construímos um picadeiro grande além de diversos atrativos”, reforça Dra Clélia, complementando que hoje o CHT reúne 2 pistas cobertas, 4 pistas descobertas, ambiente social e instalações completas para a prática de diversas modalidades, possibilitando reunir de forma dinâmica e confortável qualquer evento do segmento equestre. Um destaque do local é o museu de selas, que reúne selas de Portugal, Peru, Inglaterra, EUA, entre outras, objetos frutos do acervo pessoal de Aldo Araújo Pinto, marido da Dra. Clélia e contou com a colaboração do cavaleiro Paulo Junqueira. “Reunimos no museu diversos livros equestres para incentivar a cultura do cavalo”, conclui a idealizadora deste local único para o segmento equestre brasileiro. 

Outros atrativos do local são restaurante, café, clube de tiro, trilha de 6km de Cross para bicicleta e quadras de futevôlei, propiciando um ambiente agradável para todos os públicos!

Luciene Gazeta 
Jornalista e Relações Públicas
Clique para Instagram @LuGazeta
Matriz da Comunicação
(15) 3411-9669 - Sorocaba/SP

Luciene Gazeta
Foto: Revista HORSE


terça-feira, 23 de novembro de 2021

Mídia Nacional | Comunicação Equestre | Assessoria | Cavalo | Revista VEJA

Cliente da Matriz da Comunicação na
Revista VEJA SAÚDE, edição 471/ 2021

A conceituada revista veicula uma página inteira relatando sobre o estudo realizado em parceria da Associação De Equoterapia Vassoural (cliente Matriz da Comunicação) e a FORP/USP Ribeirão Preto!

Para conferir à matéria, adquira um exemplar da edição 471 nas bancas em todo Brasil ou confira acessando ao site do veículo!




TEXTO NA ÍNTEGRA

Reunir uma dentista, cavalos e um grupo de pessoas acima de 60 anos parece não fazer tanto sentido num primeiro momento. Mas tudo fica mais claro e interessante quando se conhece o estudo feito por Ednéia de Mello, doutoranda em odontologia na Universidade de São Paulo, em Ribeirão Preto, junto à Associação de Equoterapia Vassoural (AEV).

Dezesseis voluntários de até 79 anos foram convidados a realizar sessões sobre o cavalo — sempre com instrutores ao lado — duas vezes por semana durante três meses. A ideia era avaliar o impacto da equoterapia na capacidade funcional e no sistema estomatognático.

“Esse sistema desempenha funções como mastigação, sucção, deglutição fonoarticulação e respiração, e seu desequilíbrio pode envolver outras cadeias musculares, afetando até a postura”, explica Ednéia.

Pois a terapia e os exercícios orientados melhoraram não só parâmetros como força de mordida (que se perde com o envelhecimento) mas também a mobilidade, o condicionamento e a força em braços e pernas.

Amigo do homem

A fisioterapeuta Elaine Leite, vice-presidente da AEV e coautora do estudo, conta que a marcha do cavalo lembra muito a dos humanos, o que contribui para o desenvolvimento muscular, a concentração

“A equoterapia foge do ambiente entre quatro paredes de clínicas e consultórios. É realizada ao ar livre e, além de trabalhar o físico e o emocional, proporciona independência e responsabilidade”, resume

O corpo sente

Equoterapia traz ganhos físicos e emocionais:


+ Saúde bucal e facial: o trabalho de Ednéia, Elaine e equipe notou melhoras nas estruturas por trás da mastigação, articulação da fala etc... 

+ Postura: o sistema que engloba boca e mandíbula está conectado a outros músculos que atuam no equilíbrio postural.

+ Mobilidade: testes demonstraram repercussões em agilidade, força muscular e condicionamento físico dos praticantes

+ Bem-estar mental: Elaine relata que a atividade produz relaxamento e mexe com circuitos nervosos e hormonais ligados ao estresse. 

FONTE: https://saude.abril.com.br/familia/estudo-mostra-beneficios-da-equoterapia-para-idosos/


Luciene Gazeta 
Jornalista e Relações Públicas
Clique para Instagram @LuGazeta
Matriz da Comunicação
(15) 3411-9669 - Sorocaba/SP




#VEJA #RevistaVeja #Saude #Equoterapia #Odontologia #Agro